Total de visualizações de página

quarta-feira, 8 de setembro de 2010

SHE - HULK

No período em que a mulher hulk teve seu apogeu, eu já não era um leitor assíduo de quadrinhos de super-heróis. Comprei uma vez uma "graphic-novel" (isso mesmo, com aspas) escrita e desenhada pelo John Byrne, mais por vício do que qualquer outra coisa. Depois adquiri um número do Quarteto Fantástico por causa do desenho do espanhol Pascoal Ferry, até me dar conta que ele teve que adequar seu magnífico traço aos padrões ianques e assim perder muito do seu brilho. Nesta edição a verdinha, ou verdona, tinha assumido o posto que fora ocupado pelo Coisa. Não curti a história. Em suma, não sou exatamente um fã. Porque eu a pintei então? Ah, sei lá, talvez por achar as histórias do primo dela legais, por pensar que é muito fera ver uma mulher imensa arrebentando paredes e ainda assim ser sensual. Acho que nunca escreveram uma hq decente pra Jennifer Walters. Pelo menos não que eu saiba.
De qualquer forma é uma personagem que não passa despercebida, por isto eu a inclui no meu potfólio de superheroes. A técnica é óleo sobre tela. Pintura de grandes proporções por isto precisou ser fotograda.
O cara que executou o serviço fez as fotos em cromo. Foi uma trabalheira encontrar um scaner para revelar, e quando achei ficou esta porcaria. Bem, por hora terá que servir. Usei a Miss Olympia Cory Everson de modelo e fiz o possível pra modificar o rosto, mas acho que fracassei (para o bem e para o mal).
Boa noite a todos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário