Total de visualizações de página

domingo, 19 de novembro de 2017

UM POUCO MAIS DO DESENHISTA NOS EVENTOS.

Boa noite a todos!

Amadas e amados, pra mim não tem nada mais constrangedor do que ver e ouvir a mim mesmo nesses vídeos. Soo patético. Enfim, não tenho como mudar minha aparência nem minha voz, só me resta aceitar.
No entanto muitos parecem interessados, querem ver fotos e vídeos do cara que desenha todas essas coisas. Então vá lá.
Este primeiro vídeo é do canal Orbita Geek, foi feito na Feira Asgardiana que aconteceu no dia 21/10/2017. Apareço lá pelos 15:00 do vídeo, mas ele todo é divertido, tem a Michelle Ramos, Luciano Félix, Thony Silas e vários outros artistas.



Este outro foi feito durante o Terceiro JAB POP. Falo pouco (ainda bem).




Até semana que vem, se Deus quiser, pessoal!!!!

domingo, 12 de novembro de 2017

TERCEIRO JAB POP.


Esta semana participei de mais um evento Geek, foram dois dias de papo agradável com os artistas que publicam na terra quente de Pernambuco. O público não foi lá muito grande mas valeu por eu ter saído mais uma vez do meu estúdio e mostrar minha cara feia num evento. Bacana! Tendo mais eu pretendo ir.

Felizmente não tiraram fotos minhas.

Um beijo a todos, boa semana e vamos ver se no próximo domingo eu volto aqui com meus velhos textos!

domingo, 5 de novembro de 2017

ULTRAMAN (Hayata)


Boa noite a todos.
Sábado e domingo foram dias extremamente exaustivos para mim com obrigações fora de casa; desta feita, sento-me aqui novamente sem energias para escrever e tudo indica que a semana que entra também será cansativa. Fui convidado para um evento geek, vou esperar confirmação para postar aqui os detalhes.

Eu queria falar mais detidamente sobre como o Ultraman é especial para mim mas terá que ficar para uma ocasião mais propícia. No momento deixo esta arte e a promessa, se Deus permitir, de postar textos mais inspiradores proximamente.


Até lá, fiquem com meu abraço!

domingo, 29 de outubro de 2017

A ESCRAVA ISAURA (CENA 13)

Amadas e amados, boa noite!

Pra variar me sento aqui no fim do dia um tanto cansado física e mentalmente, o que embota um pouco a minha inspiração para escrever algo relevante. Como foi uma semana sem grandes acontecimentos vamos aos comentários do que tenho absorvido em termos de cultura. Não falo da alta cultura, isso eu deixo para os deuses eruditos, eu me limito a minha pequenez.

O QUE TENHO LIDO:

Livros - Na verdade ainda estou lendo As Mil e Uma Noites e também alguns artigos (quase sempre sobre política) que meus irmãos me enviam pela internet.

Histórias em quadrinhos - Esta semana reli meus encadernados do "Hellboy", é diversão garantida. Li também on line as últimas edições de "The Walking Dead".
Terminei o "Ghost In The Shell", mangá um tanto difícil de absorver, mas impossível ficar indiferente.
Devorei a nova edição do "Akira", da JBC. Muito bom! Eu tenho toda a coleção colorida da Editora Globo, mas nunca li completa, está dentro de alguma caixa de gibis aqui, ainda não aberta.
Neste momento, para me inspirar a criar a próxima arte comissionada, releio Flash Gordon da Ebal (tesouro!).

O QUE TENHO ASSISTIDO:

Filmes - Nunca mais fui ao cinema, mas ontem consegui assistir Homem Aranha De Volta ao Lar em HD na tela do meu notebook. A Marvel sabe fazer filmes para a família, é divertido, colorido, com boas cenas de ação e finalmente um Spider adolescente de verdade. Eu teria investido menos nas cenas de comédia para focar nos momentos sombrios que uma história destas contem, mas ok, é um filme esquecível e bem feito.

Séries - Tive que dar um tempo em Mr. Mercedes mas estou acompanhando a oitava temporada de The Walking Dead (mais do mesmo, os quadrinhos são muito melhores).

De resto, quando posso, assisto programas de gastronomia com a Vera, ela gosta e eu relaxo um pouco.

O QUE TENHO OUVIDO:

Não é segredo que só ouço coisa antiga, a bola da vez está com o Pink Floyd, focando mais especificamente na carreira solo do David Gilmour - não canso de escutar.

Meu amigo Anderson ANDF me fez a baita gentileza de me enviar um quadrinho - e um filme baseado neste mesmo quadrinho - chamado "Whiteout". O filme ganhou o subtítulo de Terror Na Antártida.
Não li e nem vi ainda, Anderson, mas o farei na primeira oportunidade que tiver um momento de paz aqui. Obrigado!

A arte de hoje é mais uma imagem de A Escrava Isaura.


Tenham todos um ótimo fim de semana!

domingo, 22 de outubro de 2017

ZÉ GATÃO PADA E A 4º FEIRA ASGARDIANA.



A Feira Asgardiana aconteceu ontem (sábado). Foi o quarto evento promovido pelo Orlando Oliveira, dono da banca Guararapes; neste dia um pequeno trecho da Avenida Guararapes (centro de Recife) é interditado para se tornar Asgard e o próprio Orlando se tornar Odin, num espaço para cultura nerd. Mesas são espalhadas na rua e artistas expõem seus trabalhos, divulgam, fazem caricaturas ao vivo, outros vendem gibis novos e usados (uma mesa em particular vendia gibis raros a 2 reais! O Arnaldo Luiz, integrante da PADA comprou cinco revistas do Tarzan (Ebal) com desenhos do Russ Maning a preço de banana! Aqueles álbuns gigantes do Flash Gordon da Ebal a 25 reais!!!! - e eu sem grana pra completar a coleção!), canecas, mirabilias, posters, enfim, um paraíso, apesar do calor, para os fãs!

O desenhista e a Michelle Ramos, do canal Zine Brasil.

Eu, na verdade só fiquei sabendo deste evento quando se deu a terceira edição. Como não recebi nenhum convite formal e tenho muito trabalho para fazer, nem tinha intenção de ir à quarta - meu misantropismo fica cada dia mais exacerbado a medida que envelheço - mas recebi ligação do Milson Marins esta semana informando que a PADA ( Produtora Artística de Desenhistas Associados) iria reimprimir o especial do Zé Gatão que eles editaram em 2011. Para mim foi uma excelente notícia pois este álbum esgotou rapidamente na época em que foi lançado. O Milson me convidou a comparecer para prestigiar o festival. Fui de bom grado, a turma de quadrinistas daqui são pessoas muito legais e seria bom para mim sair um pouco do meu estúdio.
Conversei um tanto com uns chegados, assinei três livros, tirei algumas fotos a pedidos e fui entrevistado por um canal geek do Youtube. Foi uma tarde legal.

Enfatizo que o Festcomix de São Paulo também começou como um evento de rua bancado pela Comix, hoje se tornou um festival de grandes proporções. O daqui, quem sabe não está destinado à grandeza semelhante? Tudo é possível.


Esta nova edição do Zé Gatão Especial PADA ficou no capricho: papel e acabamento melhor além de páginas extras coloridas com as fanarts que fizeram do personagem ao longo do tempo. Tenho orgulho deste trabalho.




domingo, 15 de outubro de 2017

TCHAU, DOUGLAS!



O Douglas Quinta Reis se despediu de nós nesta última sexta feira. Era um dos fundadores da Devir Livraria e Editora. Foi a segunda baixa pesada sofrida pela Devir, a primeira foi em 2012, com a morte do Mauro (comento neste post: http://eduardoschloesser.blogspot.com.br/2012/02/hoje-infelizmente-nao-tem-ilustracao.html)

Eu conhecia o Douglas a mais de 20 anos, sempre nos encontrando em eventos ou lançamentos de quadrinhos da editora dele e nunca conversamos muito, os momentos eram breves e eu nunca sabia exatamente o que dizer e ele tampouco. Nosso maior tempo juntos foi em 2011, quando tivemos uma reunião na Devir para tratar da publicação de ZÉ GATÃO - MEMENTO MORI, intermediada pelo editor Leandro Luigi Del Manto. Depois foram trocas de e-mails onde planejávamos a capa de um livro de sucesso na Coreia (que acabou não acontecendo).
Nos últimos tempos eu falava por telefone com ele sobre a possível publicação da biografia em quadrinhos do Edgar Allan Poe.

Ele e o Mauro, assim como muitos do mesmo período, que tornaram os quadrinhos algo mais respeitado aqui no Brasil, já são lendas do meio. Fico com uma sensação muito grande de vazio.

Abaixo uma entrevista em duas partes com o Douglas e com o Mauro feita pelo Marcelo Alencar.

Vá em paz, Douglas, até breve!


domingo, 8 de outubro de 2017

TARZAN DOS MACACOS.

Mais do mesmo, nenhuma novidade digna de nota para contar aqui, pelo menos nada que eu já não tenha citado um milhão de vezes. Minhas queixas são sempre as mesmas e já deu. Sento-me diante deste monitor e não sei exatamente o que escrever. Para manter o blog atualizado semanalmente basta um desenho, eu sei, mas gosto de falar com vocês e não sentir-me inspirado para digitar uns sentimentos não me soa bem, sei lá.

Esta semana eu fui até o centro velho de Recife - e olha, aquilo é velho mesmo! - existem trechos do local que não sei como os prédios ainda estão em pé. Parece romântico olhar para aqueles edifícios centenários (bem, se aquilo não tiver mais de cem anos, eu me dano!), todos carcomidos pela voragem do tempo e imaginar que resistem bravamente, mas o fato é que o fedor de decadência é tanto que embrulha o estômago. Fui comprar um papel peculiar para desenho e é só  encontrado em um local específico. Algumas ruas tem cheiro de merda, urina e maconha, com detritos por toda a parte. Um número assustador de pessoas deitadas nas calçadas, fedidas como o inferno, chega a dar medo. Me lembrou o centrão de São Paulo.
Outros materiais de pintura são localizados em locais bem distantes, o que me obriga a andar como um camelo. Já não sou um garotinho e cheguei em casa muito cansado, exaurido pra valer!

Bem, de posse de papeis e lápis especiais, já posso dar continuidade à série de encomendas que me fazem.


A arte de hoje me foi requisitada por um fã de Brasília (a minha cidade dos sonhos), ele é dos meus, curte muito os heróis da antigas.

Uma boa semana a todos e até a próxima, se Deus quiser.